Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Apagão. Quem tem medo de escuro?

Na noite desta terça-feira, 18 estados brasileiros ficaram sem energia elétrica, ficando as maiores cidades do país no escuro, em pânico, medo...no caos. Para maiores detalhes, veja o vídeo abaixo:




Todos os telejornais do Brasil noticiaram, desde o primeiro momento do grande apagão. O que se seguiu foi metrôs lotados, pânico generalizado, pessoas presas em elevadores, pequenos assaltos, chamadas telefônicas que não se completavam (...). Ficou ainda para o dia seguinte um saldo nada normal para milhões de braseiliros das regiões afetadas, como falta de água e etc.
Quando li as reportagens, lembrei-me de uma passagem bíblica que prenmuncia algo para o que devería-mos dar a maior atenção. No livro do profeta Sofonias no capítulo 1 e versículos 14 e 15, lemos o que segue: O GRANDE dia do SENHOR está perto, sim está perto, e se apressa muito. Amarga é a voz do dia do SENHOR;clamará ali o Poderoso. Aquele dia será um dia de indignação,de tribulação, de angústia, dia de alvoroço e de assolaçã…

De volta à terra natal

Imagem
Sábado, 07 de novembro de 2009, estive em minha terra natal, um povoado por nome Santaninha, município de Santo Antonio dos Lopes. Estava acompanhado de meus irmãos Almir e Aldeir, além de dois amigos e irmãos em Cristo.
Voltar àquele lugar depois de alguns anos, foi uma viagem no tempo. Lá hoje, já não há mais ninguém morando, todas as pessoas foram embora, umas para outras localidades vizinhas, outras tentar a vida na cidade grande, e outras...foram para a ETERNIDADE. Apesar disso, o que sobrou daquela povoação ainda é a minha terra natal, a paisagem natural também está bastante modoficada mas conserva ainda os contornos originais, de serras e matas que nos trazem muitas recoradações e que são o berço gentil que nos abrigou por vários anos de - como diria o poeta - uma "vida severina".
Meu amigo brincou dizendo, nascer num lugar desses e " escapar " é milgre...De fato, devo admitir que há algo de verdadeiro nessa frase.
Andamos bastante em busca de alguma caça, m…