Deus se Arrepende?

    Nas versões clássicas da Bíblia lemos: "Então, arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra,e pesou-lhe em seu coração" (Gn 6.6). Em outra parte, Deus diz: "Arrependo-me de haver posto a Saul como rei; porquanto deixou de me seguir e não executou as minhas palavras" (1Sm 15.11). Se Deus é perfeito como poderia se arrepender?
       Primeiro, a Bíblia ensina de modo inequívoco que Deus é perfeitamente bom e, portanto, incapaz de fazer o mal (Sl 5.4,5; Tg 1.13; 3 Jo 1.11). Assim,  arrependimento de Deus não deve ser entendido como se fosse vinculado a culpa moral. Na verdade, a perfeição moral do criador coloca-o à parte de sua criação manchada pelo pecado (Lv 11.44,45; 19.2; 20.7; 1 Pe 1.15,16).
      Além disso, embora Deus não mude, o significado da palavra arrepender-se mudou ao longo do tempo. Desta forma, muitas traduções modernas substituem a palavra "arrepender-se" por "ficar triste". De fato, como um pai humano fica triste com a rebeldia de seus filhos, nosso pai celestial se entristece com a rebeldia por parte de sua criação.
       Finalmente, o arrependimento de Deus  deve ser entendido como um antropomorfismo que expressa a medida completa da tristeza de Deus pelo horror do pecado em vez de uma mudança de coração ou de mente. Em relação à infidelidade de Saul, Deus disse: "Arrependo-me de haver posto a Saul como rei" (1Sm 15.11). Porém no mesmo contexto está escrito que "aquele que é a força de Israel não mente nem se arrepende; porquanto não é um homem, para que se arrependa" (v. 29, grifos do autor). Fora de uma interpretação antropomórfica, tais passagens seriam autocontestadoras.

(Extraído de " O Livro de Respostas Bíblicas". HANK HANEGRAAFF. CPAD 2010)

Artikel Pr Semir Lira Lainnya :

1 comentários:

  1. Ao nos depararmos com os dois textos supracitados, ficamos com uma dúvida: Deus se arrepende, ou não? O texto de Gênesis 6.6 nos mostra que Deus se arrependeu. Já o texto de Números 23.19, diz que Deus não se arrepende. E agora, prezado leitor?

    Esta questão é resolvida quando atentamos para o original. O verbo usado para o “arrependimento” de Deus é : נָּחֶם – Lenahêm, dando a idéia de “pesar o coração”.

    Já o verbo usado para o homem é שֻׁב – Lashúv, significa voltar, arrepender-se. É o equivalente a palavra grega no Novo Testamento metanóia (Mt 3.2) – mudança de mente, conversão, arrependimento.

    O arrependimento humano envolve fracasso moral, derrota e nos desvia do alvo. Deus é Todo-Poderoso, mas é flexível quando as circunstâncias humanas se aliam com a sua santidade e propósito, como no caso do povo de Nínive (Jonas 3:10).

    וַיַּרְא הָֽאֱלֹהִים אֶֽת־מַעֲשֵׂיהֶם כִּי־שָׁבוּ מִדַּרְכָּם הָרָעָה וַיִּנָּחֶם הָאֱלֹהִים

    Para Deus é o verbo nahêm (pesar o coração) e não Lashúv (para o homem), que envolve arrependimento de fracasso moral. Deus é perfeito e nele não há pecado.
    paz do senhor. amado
    prmarcionascimento@gmail.com

    Parabens
    esse e um texo muito bom

    Veja abaixo a diferença entre os verbos: nahêm (para Deus) e Lashúv para o homem.

    וַיִּנָּחֶם יְהוָה כִּֽי־עָשָׂה אֶת־הָֽאָדָם בָּאָרֶץ וַיִּתְעַצֵּב אֶל־לִבֹּֽו׃ – nahêm (Gn 6.6)

    וְגַם־עַתָּה נְאֻם־יְהוָה שֻׁבוּ עָדַי בְּכָל־לְבַבְכֶם וּבְצֹום וּבְבְכִי וּבְמִסְפֵּֽד׃ – shuv (Jl 2.12)

    ResponderExcluir

Fique à vontade para comentar. Mas atenção, eles são modrados.

Scroll to top